Davinópolis: alvará sanitário para festas será suspenso por causa da variante Ômicron

Medida visa cumprir recomendação expedida pela Procuradoria Geral de Justiça do Ministério Público do Maranhão

Davinópolis (MA) - A emissão de licença sanitária para festividades e demais eventos que possam ocasionar qualquer tipo de aglomeração, como vaquejadas, festejos, carnaval e similares será suspensa por causa do aumento de casos de Covid-19, decorrente da variante Ômicron, que se alastra rapidamente em várias cidades do Maranhão.

O secretário de Saúde, Adriano Lopes, explica que a medida cumpre recomendação encaminhada aos municípios para que adotem todas as medidas sanitárias necessárias à contenção da expansão da contaminação pela Covid-19 e ao enfrentamento do estado de calamidade pública declarado pelo Decreto Estadual nº 37.360/2022.

“Vamos cumprir a recomendação expedida pela Procuradoria Geral de Justiça do Ministério Público do Maranhão, pois se trata de uma decisão preventiva para evitar o colapso do sistema de saúde”, observou o secretário de Saúde de Davinópolis.

De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde e pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde – CONASS, o Brasil, no dia 31 de dezembro de 2021, ultrapassou a marca de 619 mil óbitos pela Covid-19. Além disso, o Boletim Epidemiológico expedido pela Secretaria de Estado da Saúde (atualizado em 31/12/2021), o Maranhão ultrapassou a marca de 370 mil casos de infecção pela Covid-19, dos quais mais de 10 mil resultaram em óbito;

“É necessária a premente adoção de medidas sanitárias eficazes para deter o avanço exponencial da contaminação e a drástica elevação dos casos de internações e óbitos em decorrência da Covid-19 e suas variantes Delta e Ômicron”, recomenda Eduardo Jorge Hiluy Nicolau, Procurador-geral de Justiça do Ministério Público do Maranhão.

 

  • 07/01/2022 22:17:00
  • Divulgação
  • DECOM